Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Como devemos saudar o mês do Ramadan? - A virtude do Ramadan é alcançada pelo jejum em todos os dias - Parecer sobre aquele que esquece de repor jejuns perdidos - Por que os muçulmanos jejuam? - Responsabilidades de uma esposa para com seus pais - A sabedoria por trás do oferecimento da oração - A sabedoria provinda da prescrição do zakaah - Jogos, entre o que é lícito e o que é ilícito - Vontade e Decreto Divino - Condições das boas ações - Reflexão sob a visão do Islam - Como lidar com o vício das drogas? - Relações via Internet - Evidências para a validade do Islam - Razões detalhadas para o castigo no túmulo -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

O Hajj e suas virtudes
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos

- O Sa’i (o percorrer a distância) entre Safa e Marwa, lembra-lhe o que Hagar, a mãe de Ismael e esposa do Profeta Abraão suportou de aflição. Como ela percorreu reiteradas vezes a distância entre Safa e Marwa à procura de alguém que a livrasse daquela aflição, principalmente quanto ao fornecimento de água para seu filho, Ismael. Se ela foi paciente, recorrendo a seu Senhor. Por isso, se a pessoa fizer o mesmo será melhor para ele. O indivíduo lembra-se do empenho e da paciência da mulher, consegue suportar o que está passando. A mulher se lembra de sua semelhante e também fica mais fácil suportar as vicissitudes.
- O permanecer em Arafa faz o peregrino lembrar-se do congestionamento das pessoas quando da Congregação das pessoas. Se o peregrino se cansa por causa de congestionamento de milhares de pessoas, como será o congestionamento de todas as criaturas, descalças, nuas, sem circuncisão onde um dia para o kafir será como cinquenta mil anos?
- O ato de se atirar as pequenas pedras (nas Jamarats) acostuma o muçulmano na obediência total, mesmo que não saiba qual é o benefício no atirá-las, não conseguindo vincular as regras com os seus motivos, e nisso há a manifestação da total servidão a Allah, exaltado seja.Todo ato no Islam tem seus benefícios mesmo que não tenhamos ciência de sua grandeza.
- Quanto à degola da oferenda, ela lhe lembra do grande acontecimento da execução do Profeta Abraão à ordem de Allah, exaltado seja, em degolar o seu filho primogênito, Ismael, depois de crescer e ser seu ajudante. Que não há lugar para o sentimento que desobedece a ordem de Allah. Ensina-lhe, também, obedecer a ordem de Allah, de acordo com as palavras de Ismael: “Ó meu pai, faze o que te foi ordenado! Encontrar-me-ás, se Allah quiser, entre os perseverantes!” (37:102).
- Quando tira o ihram, passando a usufruir o que lhe foi proibido durante a peregrinação, ele se educa na paciência e na perseverança, e fica sabendo que com a dificuldade está a facilidade. Que o destino de quem atende as ordens de Allah, é a alegria e a felicidade. Essa alegria só consegue senti-la quem saboreou a doçura da obediência, como a alegria de quem está em jejum e o quebra, ou do praticante das orações voluntárias noturnas após terminá-las.
- Ao encerrar os rituais da peregrinação, tendo-os praticado como Allah estabeleceu e gosta, e completar os rituais pedindo a seu Senhor que lhe perdoe todos os pecados, como o Profeta (S) prometeu, ao dizer: “A pessoa que cumpre a peregrinação, e, durante a mesma, se abstiver de palavras relacionadas a íntimidade sexual e não cometer pecados, ela retornará (da peregrinação) devidamente purificada, como se tivesse sido parida por sua mãe, nesse mesmo dia!” (Tradição narrada por Bukhári, nº 1449 e Musslim, nº 1350).
- Ao retornar para a sua família e filhos, e se alegrar ao encontrá-los, ele se lembra da alegria maior de quando irá encontrá-los no Paraíso de Allah, exaltado seja, conscientizando-se que a perda maior é a perda da alma e da família no Dia da Ressurreição, como Allah, exaltado seja, diz: “Certamente, os desventurados serão aqueles que perderem a si mesmos, juntamente com as suas famílias, no Dia da Ressurreição. Não é esta, acaso, a evidente desventura?” (39:15).

Pedimos a Allah que nos oriente para a Sua obediência e alcançarmos a Sua Casa, a cumprir as nossas obrigações, e que a paz e a graça de Allah esteja com o nosso nobre Profeta Mohammad. Amém.

Texto dos sábios Xeique Al Bimbaz e Xeique Al Albani
Hierarquia do Artigo:
Artigos Crenças do Islã O Hajj e suas virtudes


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2021. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2021 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo