Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Regra sobre a Crença na Reencarnação - A evidência de que Allah está acima de sua criação e sobre os céus - As Condições de Laa ilaaha illa-Allah - Dificuldades de uma menina cristã que deseja entrar no Islam - O Islam lança aos não muçulmanos um olhar de misericórdia? - A visão da Ahl al-Sunnah em relação aos Sahaabah - O Estatuto da Família no Islam - Ensinamentos islâmicos sobre o controle de doenças contagiosas - Causas da apatia na fé e como remediar - O Pecado e Seus Efeitos em Quem os Comete - O que fazer quando a fé em seu coração está esmorecendo? - Significado da crença em al-Qadar (a vontade e o decreto divinos) - Os Profetas são Iguais? - A virtude de fazer muitos jejuns voluntários no mês de Muharram - Qual a virtude do mês de Muharram? -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

As Condições de Laa ilaaha illa-Allah
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos

 

As condições de Laa ilaha ill-Allah. O Shaykh Haafiz al-Hukmi disse em seu poema Sullam al-Wusul:

“O conhecimento, a certeza, a submissão e o seguimento. Então ouça o que eu digo.

Verdade, sinceridade e amor. Que Allah o ajude a fazer o que Ele ama.”

A primeira condição é o conhecimento, no sentido de negar o que é negado na Shahaadah e afirmar o que está lá afirmado - o contrário de ser ignorante disso.

Allah diz (interpretação dos significados):

"Então, sabe (ó Muhammad) que Laa ilaaha ill-Allah (não há deus senão Allah)." [Muhammad 47:19]

“...exceto os que testemunham a verdade, enquanto sabem.” - ou seja, que não há nenhum deus além de Allah (laa ilaaha ill-Allah) – “enquanto sabem” - em seus corações o significado das palavras que proferem com as línguas. [al-Zukhruf 43:86]

É narrado em al-Sahih de 'Uthman (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Quem morre sabendo que não há nenhum deus além de Allah entrará no Paraíso.”

A segunda condição é a certeza, no sentido de que a pessoa que diz essas palavras está absolutamente certa do seu significado. A fé não é suficiente, a menos que se baseie em um certo conhecimento, sem qualquer elemento de especulação, e muito menos dúvida. Allah diz (interpretação do significado):

"Os autênticos crentes são, apenas, os que creem em Allah e em seu Mensageiro; em seguida, de nada duvidam, e lutam com suas riquezas e com si mesmos, no caminho de Allah. Esses são os verídicos."[al-Hujuraat 49:15]

A sinceridade da sua fé em Allah e Seu Mensageiro está condicionada à inexistência de qualquer elemento de dúvida. Quanto ao que duvida, ele é um dos hipócritas. Em al-Sahih é narrado que Abu Hurayrah disse: “O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: ‘Testemunhem que não há divindade além de Allah e que eu sou o Mensageiro de Allah, pois nenhuma pessoa se encontra com Allah com esses dois (testemunhos), não duvidando deles, sem que esta entre no Paraíso’”. De acordo com outro relatório: “Nenhuma pessoa se encontra com Allah com esses dois (testemunhos), não duvidando deles, e lhe é negado o Paraíso”.

E foi também narrado de Abu Hurayrah em um hadith longo que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) o enviou e disse: “Quem quer que encontres, por trás desta parede, e dê o testemunho de que não há nenhum deus além de Allah, acreditando nisso com certeza em seu coração, então, dá-lhe as boas novas do Paraíso”.

Assim, vemos que a entrada de uma pessoa no Paraíso por dizer estas palavras está condicionada à sua crença nelas, com certeza em seu coração, sem qualquer elemento de dúvida. Se esta condição não for cumprida, a meta não é cumprida.

A terceira condição é a aceitação e submissão ao que estas palavras implicam, tanto no coração como verbalmente. Allah contou-nos as histórias daqueles que vieram antes, que foram salvos por sua aceitação destas palavras do castigo de quem os havia rejeitado. Allah diz (interpretação do significado):

“Ele dirá (aos anjos): ‘Reuni os que foram injustos, e a suas mulheres e aos que adoravam, além de Allah, e guiai-os à senda do Inferno, e detende-os. Por certo, serão interrogados: Por que razão não vos socorreis uns aos outros?’ Mas, nesse dia, eles serão rendidos. E dirigir-se-ão, uns aos outros, interrogando-se. Dirão: ‘Por certo, sempre, chegáveis a nós do lado direito, para renegar a Fé.’ Os chefes dirão: ‘Mas não éreis crentes, e não tínhamos poder algum sobre vós. Mas éreis um povo transgressor. Então, o Dito de nosso Senhor cumpriu-se, contra nós. Por certo, haveremos de experimentar o castigo. E transviamo-vos: por certo, nós éramos desviados’. Então, por certo, nesse dia, eles serão partícipes no castigo. Por certo, assim agimos com os criminosos. Por certo, quando se lhes dizia: ‘Não há deus senão Allah’, ensoberbeciam-se, e diziam: ‘Abandonaremos nossos deuses por um poeta louco?’” [al-Saffaat 37:22-36]

Então Allah fez da razão e causa de seu castigo, a sua recusa arrogante de dizer Laa ilaah ill-Allah, e a sua descrença em quem trouxe esta mensagem. De modo que eles não negaram o que esta palavra nega e eles não afirmaram o que esta afirma, em vez disso, disseram, denunciando arrogantemente:

“Faz ele dos deuses um único Deus? Por certo, isso é cousa admirável! E os dignitários, entre eles, foram adiante, dizendo uns aos outros: ‘Andai e pacientai quanto a vossos deuses. Por certo, isso é cousa desejada. Jamais ouvimos falar disso, na última crença. Isso não é senão invenção’” [Saad 38:5-7]

Então Allah mostrou que eles eram mentirosos e jogou as suas palavras de volta para eles através das palavras do Seu Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele). Ele disse (interpretação do significado):

“Não. Mas ele (Muhammad) chegou com a Verdade (isto é, a religião de Allah – o monoteísmo islâmico e este Alcorão) e confirmou as palavras dos Mensageiros (antes dele, que trouxeram a religião de Allah – monoteísmo islâmico).” [al-Saffaat 37:37]

Então Ele disse a respeito daqueles que o aceitam (interpretação do significado):

“Exceto os servos prediletos de Allaah. Esses terão determinado sustento (no Paraíso): Frutas. E serão honrados, nos Jardins da Delícia (Paraíso)…” [al-Saffaat 37:40-43]

Em al-Sahih é narrado de Abu Mussa (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “A orientação e o conhecimento com que Allah me enviou é como chuva abundante que cai na terra. Alguma parte da terra absorve a água e produz muita relva e vegetação. E alguma parte (da chuva) cai numa outra parte da terra que é como uma planície lisa e não segura a água, e nenhuma vegetação cresce. Essa é a semelhança daquele que entende a religião de Allah e beneficia daquilo com o qual Allah me enviou, e ele aprende e age, e a semelhança de quem não presta atenção e não aceita a orientação de Allah com a qual fui enviado.”

A quarta condição é seguir aquilo que é indicado, o oposto de não o seguir. Allah diz (interpretação do significado):

“E quem entrega sua face (a si mesmo) a Allah, enquanto benfeitor, com efeito, ater-se-á à firme alça (isto é, Laa ilaaha ill-Allah). E a Allah é o fim de todas as determinações.” [Luqmaan 31:22]

O que se entende por “entrega a sua face” é seguir, quando se é também um praticante do bem e um crente no Tawhid (monoteísmo). Quem não entrega o seu rosto (se submete) a Allah e não é um benfeitor, não compreendeu a firme empunhadura. Isto é o que se entende pela seguinte ayah (interpretação do significado):

“E de quem renega a Fé, que te não entristeça (ó Muhammad) sua renegação da Fé. A Nós será seu retorno, e informá-los-emos do que fizeram.” [Luqmaan 31:23]

De acordo com um hadith sahih, o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Nenhum de vós crê verdadeiramente até que o seu desejo esteja de acordo com o que eu trouxe”. Este é o significado final do seguimento.

A quinta condição é veracidade, ao invés de mentir. Isto significa que se diz (La ilaha ill-Allah) sinceramente do fundo do coração, com harmonia entre o que está no coração e que é dito pela língua. Allah diz (interpretação do significado):

“Os homens supõem que, por dizerem: ‘Cremos’, serão deixados, enquanto não provados? E, com efeito, provamos os que foram antes deles. E, em verdade, Allah sabe dos que dizem a verdade e sabe dos mentirosos." [al-'Ankabut 29: 2-3]

E Ele disse a respeito dos hipócritas que falaram estas palavras falsamente (interpretação do significado):

“E, dentre os homens, há quem diga: ‘Cremos em Allah e no Derradeiro Dia’, enquanto não são crentes. Procuram enganar a Allah e aos que creem, mas não enganam senão a si mesmos e não percebem. Em seus corações, há enfermidade; então, Allah acrescentou-lhes enfermidade. E terão doloroso castigo, porque mentiam.” [al-Baqarah 2: 8-10]

Em al-Sahihayn é narrado de Mu'aadh ibn Jabal (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Não há ninguém que dê testemunho de que não há divindade além de Allah e que Muhammad é Seu Servo e Mensageiro, sinceramente do fundo do coração, sem Allah o proíba para o Fogo”.

A sexta condição é a sinceridade, o que significa que as acções estão livres de qualquer elemento de shirk. Allah diz (interpretação do significado):

“Ora, de Allah é a pura devoção.” [al-Zumar 39:3]

“Dize (ó Muhammad): ‘A Allah adoro, sendo sincero com Ele, em minha devoção.’” [al-Zumar 39:14]

Em al-Sahih é narrado de Abu Hurayrah que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Os mais merecedores da minha intercessão são aqueles que dizem Laa ilaaha ill-Allah sinceramente do fundo do coração ou da alma.”

A sétima condição é amor por esta palavra e pelo que esta implica e indica, e amor pelas pessoas que agem por ela e aderem às suas condições - e ódio por quem ou aquilo que vai contra ela. Allah diz (interpretação do significado):

“E, dentre os homens, há quem, em vez de Allah, tome semelhantes, em adoração, amando-os como se ama a Allah.” [al-Baqarah 2: 165]

Allah diz-nos que aqueles que creem amam Allah mais, porque não associam nada com Ele nesse amor, como é feito por aqueles entre os mushrikin que afirmam amá-Lo, mas também tomam outros como rivais a Ele, a quem amam como Lhe amam.

Em al-Sahihayn é narrado de Anas que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Nenhum de vós crê verdadeiramente até eu lhe ser mais amado do que seu filho, seu pai e toda a humanidade”.

 

https://islamqa.info/pt/answers/12295/as-condicoes-de-laa-ilaaha-illa-allah

Hierarquia do Artigo:
Artigos Crenças do Islã As Condições de Laa ilaaha illa-Allah


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2019. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2019 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo