Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Como devemos saudar o mês do Ramadan? - A virtude do Ramadan é alcançada pelo jejum em todos os dias - Parecer sobre aquele que esquece de repor jejuns perdidos - Por que os muçulmanos jejuam? - Responsabilidades de uma esposa para com seus pais - A sabedoria por trás do oferecimento da oração - A sabedoria provinda da prescrição do zakaah - Jogos, entre o que é lícito e o que é ilícito - Vontade e Decreto Divino - Condições das boas ações - Reflexão sob a visão do Islam - Como lidar com o vício das drogas? - Relações via Internet - Evidências para a validade do Islam - Razões detalhadas para o castigo no túmulo -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

As grandes mulheres por trás de grandes homens (parte 4 de 4): A filha
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos
Descrição: Fátima, a filha do profeta Muhammad.
Por Aisha Stacey (© 2015 IslamReligion.com)
Publicado em 17 Aug 2015 - Última modificação em 17 Aug 2015
Visualizado: 204 (média diária: 13) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 3 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Atualidades > Mulheres

"As melhores mulheres da humanidade são quatro: Maria a filha de Imran Aasiyah a esposa do Faraó, Khadija bint Khuwaylid (a esposa do Profeta Muhammad), e Fátima, a filha de Muhammad, o Mensageiro de Deus[1]."

GreatWomenBehindGreatMen4.jpgA chave do sucesso para qualquer mulher é viver de acordo com a orientação de Deus.  Essa orientação está contida no Alcorão e nas tradições do profeta Muhammad.  Em nossa discussão sobre grandes mulheres que apoiam seus homens conversamos sobre o papel de esposas e mães. Hoje é a vez das filhas.  Filhas podem ter grande influência sobre seus amados pais.  Você deve ter ouvido a expressão: "Ela dobra o pai com seus dedinhos", significando que a filha é capaz de convencer o pai facilmente.  Isso certamente é verdade, mas as filhas também podem orientar, proteger e apoiar seus pais.

O amor de uma filha pode impulsionar um pai para coisas novas e maiores e o apoio de uma filha pode ser inestimável.  A filha que discutiremos é Fátima, a amada filha mais nova do profeta Muhammad e sua esposa Khadija.  Fátima era a mais jovem de quatro filhas.  Era uma criança quieta e sensível, devotada aos pais e próxima das irmãs.  Entretanto, quando tinha dez anos houve a oportunidade de se posicionar perante os que deviam parecer homens invencíveis e defender seu pai.  Tinha a forma de uma criança e o coração de um leão.

Um dia quando o profeta orava próximo da Caaba, alguns homens das famílias nobres de Meca trouxeram um balde com intestinos de uma camela e jogaram nas costas dele enquanto ele estava em prostração.  Eram sem dúvida pesados e cheiravam mal, mas o profeta continuou sua oração.  Fátima se posicionou no meio dos homens, sem medo de seu comportamento ameaçador.  Removeu os intestinos e atacou verbalmente os homens, que ficaram parados e não responderam à garotinha.[2]

Em outra ocasião Fátima estava com o pai enquanto ele circungirava a Caaba.  A multidão se reuniu ao redor dele e tentou estrangulá-lo com suas próprias roupas.  A jovem Fátima gritou e pediu ajuda. Nessa ocasião Abu Bakr veio para socorrer o profeta e foi seriamente espancado.  Enquanto outras meninas corriam e brincavam, Fátima testemunhava as provações do pai.  Ao invés de alegria e risos, Fátima se preocupava com o pai e defendia sua missão.  Pai e filha eram companheiros muito próximos.

O tratamento do profeta em relação à Fátima mostra claramente o amor e respeito que tinha por sua filha mais nova.  É conhecido por ter dito: "Fátima é uma parte de mim e quem a deixar zangada, me deixa zangado." [3] A vida para Fátima continuou a ser difícil e depressiva.  A perseguição e boicote dos muçulmanos continuaram sem alívio e o profeta, sua família e seguidores foram forçados a abandonar suas casas e buscar refúgio em um pequeno vale.  Foram forçados a passar vários meses de dificuldade e sofrimento e diz-se que o lamento de crianças famintas podia ser ouvido pelo vale e na cidade de Meca.

A mãe de Fátima, a grande mulher Khadija, morreu logo depois de o boicote terminar, provavelmente devido aos meses de privação.  Fátima ficou abalada pelo sofrimento e a família temia por sua saúde, mas ela se recuperou e ficou ainda mais próxima do pai.  Cuidava dele e o apoiava de maneira tão completa que por um tempo ficou conhecida como as Umm Abi-ha, a mãe do pai.  Em uma ocasião o pai retornou para casa coberto de lama e poeira jogadas por uma multidão.  A jovem Fátima chorou como se o coração dela fosse se partir e o pai lhe disse: "Não chore minha filha, porque Deus protegerá o seu pai." [4]

O profeta Muhammad amava Fátima, entretanto, não dava a ela tratamento especial em relação a seguir o caminho de virtude.  O profeta Muhammad estava preocupado, como todo bom pai, com a outra vida de sua filha.  Um dia, ao lidar com um ladrão, o profeta foi ouvido dizendo: "Os povos antes de vocês foram destruídos porque costumavam infligir as punições legais aos pobres e perdoavam os ricos. Por Aquele em Cujas mãos está minha alma! Se minha filha Fátima fizesse isso (ou seja, roubar), eu cortaria a mão dela."

Fátima se casou com o primo e amigo de infância Ali ibn Abu Talib. Embora muitos homens pedissem a mão de Fátima, incluindo Abu Bakr e Omar ibn Al Khattab, o profeta Muhammad facilitou o casamento entre sua filha e Ali.  A ligação entre pai e filha continuou forte e o profeta Muhammad geralmente visitava Fátima depois que voltava de uma viagem ou batalha, antes de visitar qualquer uma de suas esposas.  Que conforto o profeta deve ter encontrado na presença de Fátima.  Talvez ela o lembrasse de sua amada Khadija, talvez ele amasse estar na presença da menininha que enfrentou a multidão para proteger o pai mais de uma vez.  Aquela menininha era agora uma muçulmana forte e engenhosa.

Os pais não só inspiram suas filhas, mas frequentemente são inspirados por elas.  A reputação de Fátima em relação à piedade e caridade teriam feito o pai orgulhoso e feliz.  Entretanto, um pai é um pai em primeiro lugar e quando ele descobriu que Fátima e Ali não estava orando regularmente as orações noturnas recomendadas, expressou sua desaprovação em termos inequívocos[5].  Outra vez quando Fátima pediu uma serva, o profeta Muhammad ensinou a ela e a Ali as palavras de recordação de Deus que ainda são ditas por milhões de muçulmanos no mundo hoje.

"Posso indicar algo melhor do que o que estão pedindo? Quando forem dormir digam "Subhan Allah (Como Deus é perfeito)" trinta vezes, "Alhamdulillah (Todos os louvores e agradecimentos são para Deus)" trinta vezes e "Allahu Akbar (Deus é o maior)" trinta e quatro vezes, porque isso é melhor para vocês do que uma serva."[6]

Quando o profeta Muhammad ficou seriamente doente, chamou por sua amada filha Fátima.  Ele a beijou e sussurrou algumas palavras no ouvido dela.  Fátima chorou e o pai a puxou e sussurrou novamente, e ela sorriu.  Quando a esposa do profeta Muhammad, Aisha, perguntou a ela sobre a conversa, Fátima respondeu: "Primeiro ele me disse que encontraria seu Senhor em breve e eu chorei. Então ele disse "Não chore porque você será a primeira de minha família a se juntar a mim."[7] Então eu sorri." Em outra narrativa o profeta Muhammad disse que Fátima seria a líder das mulheres do paraíso.[8]

Fátima é uma das quatro grandes mulheres do Islã.  Foi esposa e mãe, mas foi acima de tudo, uma filha.  Uma das características que mais diferenciam uma filha muçulmana é o tratamento que dispensa aos pais.  Fátima era boa e respeitosa e cheia de compaixão e amor.  Aprendeu seus modos da dama Khadija e aprendeu a paciência de seu pai.  Deus a fez uma filha digna de ser imitada.



Notas de rodapé:

[1]Saheeh Al-Bukhari, Saheeh Muslim

[2] Saheeh Al-Bukhari

[3]Saheeh Al-Bukhari, Saheeh Muslim

[4] Saheeh Muslim

[5] Saheeh Muslim

[6] Saheeh Al-Bukhari

[7]Ibid.

Hierarquia do Artigo:
Artigos Atualidades As grandes mulheres por trás de grandes homens (parte 4 de 4): A filha


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2021. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2021 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo