Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Capítulo 21 Os profetas (Al-Anbiya) - Capítulo 73, Al-Muzzamil - Capítulo 31 Lucman - Capítulo 20, Ta-Ha (Ta-Ha) - Capítulo 18, versículos 28-30: A verdade vem de seu Senhor - Capítulo 23, Al-Mu’minun (Os crentes) - Capítulo 16, versículo 18: As bênçãos incontáveis de Deus - Capítulo 16, An-Nahl (As Abelhas) (parte 2 de 2) - Capítulo 16, An-Nahl (As Abelhas) (parte 1 de 2) - Capítulo 15, Al-Hijr - Capítulo 14, Ibrahim (Abraão) - Capítulo 25, Al-Furqan (O critério) - A súplica é, em essência, adoração - O mar ardente em chamas - Capítulo 5, versículos 116-117: Conselho, orientação e um alerta -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

Como nós, como muçulmanos, celebramos Cristo (parte 1 de 2)
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos

How We as Muslims Celebrate Christ.jpgComo muçulmanos compartilhamos com as comunidades judaica e cristã muitos pontos de convergência. Eles incluem: crença em Deus, crença de que Ele revelou escrituras para a humanidade e enviou uma sucessão de profetas. O Alcorão, notamos, dirige-se aos judeus e cristãos a partir desses pontos de concordância.

Nesse artigo estamos preocupados com um ponto em particular de convergência entre muçulmanos e cristãos - e que é nossa reverência por Jesus e nosso reconhecimento de que ele é o Messias, o Cristo. O mundo cristão acabou de celebrar recentemente a ocasião do nascimento de Cristo. Como muçulmanos não observamos o Natal, mas celebramos Cristo em nossas vidas de uma forma completa, com consistência e devoção permanente. Nossa celebração de Cristo é de fé, recordação e imitação.

Os muçulmanos honram Cristo (que a paz esteja sobre ele) por meio de sua fé. O que se segue é afirmado no Alcorão:

1. Fé na concepção milagrosa de Cristo. Jesus (que a paz esteja sobre ele) nasceu de uma virgem.

O Alcorão diz:

"E menciona no Livro (o Alcorão), Maria, quando ela se isolou em reclusão de sua família para um lugar na direção do oriente. Ela colocou uma cortina para ocultar-se dela (da família); Então Nós enviamos a ela o Nosso anjo, e ele apareceu para ela como um homem em todos os aspectos.

Ela disse: ‘Verdadeiramente, eu me refugio no Misericordioso (Deus), contra ti, se temes a Deus.’

Ele disse: ‘Eu sou apenas um mensageiro de seu Senhor, (para te anunciar) a dádiva de um filho virtuoso.’

Ela disse: ‘Como hei de ter um filho, se nenhum homem me tocou e nunca fui mundana?’

Ele disse: "Ele disse, ‘Assim será,’ teu Senhor disse: ‘Isso é fácil para Mim, e farei dele um sinal para os homens, e Misericórdia de Nossa parte, e essa é uma questão que já foi decretada.’" (Alcorão 19: 16-21)

2. Fé no milagre do nascimento de Cristo e nos milagres de sua infância.

Deus diz:

"Regressou ao seu povo levando-o (o filho) nos braços. E lhes disseram: Ó Maria, eis que fizeste algo extraordinário! Ó irmã de Aarão, teu pai jamais foi um homem do mal, nem tua mãe uma (mulher) sem castidade!

Então ela lhes indicou que interrogassem o menino. Disseram: Como falaremos a uma criança que ainda está no berço?

Ele (Jesus) disse: ‘Eu sou de fato um servo de Deus.  O Qual me concedeu o Livro e me designou como profeta. Ele me fez abençoado, onde quer que eu esteja, e me recomendou as orações, a caridade, enquanto eu viver. Ele me fez carinhoso com a minha mãe, e Ele não me fez insolente, infeliz. A paz está comigo, desde o dia em que nasci; estará comigo no dia em que eu morrer, bem como no dia em que eu for ressuscitado." (Alcorão 19:27-33)

3. Fé nos milagres que ocorreram nas mãos de Cristo.

Jesus Cristo realizou vários milagres durante a época de sua pregação.

Por exemplo, o Alcorão nos conta:

"E ele será um Mensageiro para os israelitas, (e lhes dirá): Apresento-vos um sinal d vosso Senhor: plasmarei de barro a figura de um pássaro, à qual darei vida, e a figura será um pássaro, com beneplácito de Deus, curarei o cego de nascença e o leproso; ressuscitarei os mortos, com a anuência de Deus, e vos revelarei o que consumis o que entesourais em vossas casas. Nisso há um sinal para vós, se sois fiéis." (Alcorão 3:49)

4. Fé na ascensão de Cristo.

Os muçulmanos acreditam que Deus salvou Jesus (que a paz esteja sobre ele) dos estratagemas de seus inimigos, ao fazer Jesus ascender para Ele. Lemos no Alcorão:

"E por blasfemarem e dizerem graves calúnias acerca de Maria. E por dizerem: ‘Matamos o Messias, Jesus, filho de Maria, o Mensageiro de Deus.’ Embora não sendo, na realidade, certo que o mataram, nem o crucificaram, senão que isso lhes foi simulado. E aqueles que discordam, quanto a isso, estão na dúvida. Não possuem conhecimento algum, abstraindo-se tão-somente em conjecturas; Porém, o fato é que não o mataram.

Outrossim, Deus fê-lo ascender até Ele. Por certo, Deus é Todo-Poderoso, Sábio." (Alcorão 4:157-158)

5. Fé no evangelho de Jesus.

Os muçulmanos acreditam na escritura que Deus revelou a Jesus. Os versículos do Alcorão a seguir atestam isso:

"Ele te revelou (ó Muhammad) o Livro (paulatinamente) com a verdade corroborante dos anteriores, assim como havia revelado a Tora e Evangelho." (Alcorão 3:3)

"E depois deles (profetas), enviamos Jesus, filho de Maria, corroborando a Tora que o precedeu; e lhe concedemos o Evangelho, que encerra orientação e luz, corroborante do que foi revelado na Tora e exortação para os tementes." (Alcorão 5:46)

Então, Deus dirá: Ó Jesus, filho de Maria, recordar-te de Minhas Mercês para contigo e para com tua mãe; de quando te fortaleci com o Espírito da Santidade; de quando falavas aos homens, tanto na infância, como na maturidade; de quando te ensinei o Livro, a sabedoria, a Tora e o Evangelho;" (Alcorão 5:110)

Deus descreve os seguidores de Muhammad, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, em termos do Evangelho, dizendo:

"Tal é o seu exemplo na Tora e no Evangelho, como a semente que brota, se desenvolve e se robustece, e se firma em seus talos, compraz aos semeadores, para irritar os incrédulos." (Alcorão 48:29)

 

http://www.islamreligion.com/pt/articles/10684/como-nos-como-muculmanos-celebramos-cristo-parte-1-de-2/

Hierarquia do Artigo:
Artigos Religião Comparada Como nós, como muçulmanos, celebramos Cristo (parte 1 de 2)


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2018. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo