Versão Mobile do Site Centro Islâmico Brasileiro
Centro Islâmico Brasileiro Mobile - Últimos Artigos
Capítulo 78, An-Naba (A Notícia)

Descrição: Os descrentes indagam sobre o Dia da Ressurreição e a Vida Futura.  Deus fornece evidências de Seu poder e generosidade e descreve as punições no inferno.  O tratamento que os justos devem esperar e um aviso final sobre a realidade que está por vir.
 
Por Aisha Stacey (© 2018 IslamReligion.com)
 
Introdução
A principal divisão do Alcorão é em capítulos e versículos, mas ele também é dividido em 30 partes aproximadamente iguais.  Cada parte é conhecida em árabe como juz.  Como cada juz geralmente não é dividido ao longo das linhas do capítulo, às vezes eles recebem o nome de sua primeira palavra.  A trigésima parte é conhecida como juz amma e recebe o nome da primeira palavra do seu primeiro capítulo, o capítulo 78, A Notícia.  Este é o primeiro dos capítulos curtos encontrados no final do Alcorão.  É geralmente aceito que a maioria desses capítulos foi revelada em Meca durante os primeiros anos da missão do Profeta Muhammad, que a misericórdia e as bênçãos de Deus estejam sobre ele.
Durante esse período, o povo de Meca, que ainda não havia adotado o Islã, ridicularizou e expressou dúvidas sobre a doutrina da Outra Vida.  O título do capítulo é retirado do segundo versículo e seu nome denota seu assunto.  A palavra naba implica a notícia da Ressurreição e da Outra Vida e os 40 versículos inteiros são dedicados a este tema.  A Notícia começa listando as dádivas de Deus para a humanidade; em seguida, ele dá um aviso severo sobre um dia de ressurreição e uma explicação sobre atos e comportamento.
Versículos 1 - 4 Uma questão de crença
Deus faz uma pergunta.  O que eles perguntam uns aos outros? Sobre o que estão falando?  É uma pergunta retórica para produzir um efeito em nós.   Ele nos fornece a resposta: eles estão falando sobre as grandes novidades.  (É a certeza da ressurreição e da outra vida). Eles estão realmente falando e discutindo sobre esse evento quando deveriam estar se preparando para ele?  Não demorará muito para que entendam; muito em breve virão a saber que o Dia da Ressurreição e a Outra Vida são reais.  Este é um aviso enfatizado e confirmado para aqueles que persistem em negar a inevitabilidade deste dia.
Versículos 5 - 16 A generosidade de Deus para com a humanidade
Deus dá evidência do Seu poder.  Ele fez a terra suave e as montanhas seguras.  Elas estão atreladas a terra para estabilidade e equilíbrio.  Ele criou pessoas em pares, homens e mulheres, e criou o sono para que as pessoas possam descansar.  Deus fez a noite como um manto, uma cobertura ou ocultação, e o dia para que a humanidade pudesse ganhar seu sustento.  Em um universo perfeitamente projetado, a Terra está em sua própria órbita girando em torno de um sol que sustenta a vida.  E Ele enviou chuva em abundância a fim de facilitar o crescimento da vegetação de todos os tipos, desde grãos até jardins luxuosos.
Versículos 17- 30 Uma descrição do Dia da Ressurreição e do Inferno
Deus esclarece que a data para o Dia da Ressurreição já foi definida.  Nesse dia importante a trombeta será soprada e toda a humanidade se levantará de seus túmulos.  Eles virão em multidões quando o céu se abrir como se fossem portas ou portões.  As montanhas vão tremer até se tornarem uma miragem.  Estas coisas acontecerão.  O inferno está à espreita daqueles que não acreditam ou transgridem os mandamentos de Deus.  É lá que eles viverão por um tempo infinito.  Eles não sentirão brisa fresca nem beberão água fresca.  Aqueles que habitam no Inferno receberão apenas água escaldante e sujeira decadente.  Será uma recompensa adequada, proporcional aos seus crimes.
Os descrentes não esperavam ser chamados a prestar contas.  Eles negaram despreocupadamente as revelações.  Não temiam uma prestação de contas e descreviam as mensagens como mentiras.  No entanto, tudo foi documentado em um registro claro.  Agora eles provarão e experimentarão os frutos de seu trabalho.  Os habitantes do Inferno não podem esperar nada além de um aumento no tormento que sentem.
Versículos 31-37 Presentes para os justos
Os justos, aqueles que estavam cientes de Deus e seu compromisso com Ele, encontrarão sucesso, recompensa e segurança do fogo do Inferno.  Eles alcançarão os desejos do seu coração, belos jardins e vinhas.  Terão companheiros perfeitos, e ambos beberão de copos transbordando.  Neste belo jardim, não ouvirão conversas fúteis, nem lhes serão contadas mentiras.
Este é um presente para os justos da generosidade sem limites do Deus Misericordioso.   Eles não só receberão o que lhes é devido, mas ainda mais, porque Ele é o Senhor dos céus e da terra e tudo o que se encontra entre eles.  O Dia será tão inspirador que ninguém será capaz de falar com Deus sem a Sua permissão.
Versículos 38-40 No Dia da Verdade
O Dia da Ressurreição é o dia em que o Anjo Gabriel e os anjos estarão unidos em fileiras, fileira após fileira.  Ninguém vai falar, exceto aqueles a quem o Deus compassivo conceder permissão.  Mesmo assim, eles só serão capazes de falar a verdade porque este é o Dia da Verdade.  Este dia se tornará uma realidade e quem quiser ser bem-sucedido deve procurar um caminho para Deus através de crenças corretas e atos justos.
As pessoas foram avisadas de uma punição iminente.  No Dia da Ressurreição, todos verão a verdade de suas ações e atos.  Eles verão o que suas mãos produziram, e muitos desejarão terem permanecido na terra como nada além de poeira.  O clamor do incrédulo será: "Quem dera eu fosse apenas pó".
 
URL -78-an-naba-noticia/

Voltar aos Artigos
Principal