Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Como devemos saudar o mês do Ramadan? - A virtude do Ramadan é alcançada pelo jejum em todos os dias - Parecer sobre aquele que esquece de repor jejuns perdidos - Por que os muçulmanos jejuam? - Responsabilidades de uma esposa para com seus pais - A sabedoria por trás do oferecimento da oração - A sabedoria provinda da prescrição do zakaah - Jogos, entre o que é lícito e o que é ilícito - Vontade e Decreto Divino - Condições das boas ações - Reflexão sob a visão do Islam - Como lidar com o vício das drogas? - Relações via Internet - Evidências para a validade do Islam - Razões detalhadas para o castigo no túmulo -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

Não para o Dia dos Namorados!
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos

بسم الله الرحمن الرحيم

Em Nome de Allah, O Misericordioso, O Misercordiador

صلى الله على نبينا محمد و على آله وأصحابه أجمعين

Que a Paz e as Bênçãos de Allah estejam com o nosso Profeta Muhammad e todos os seus Companheiros.

السلام عليكم ورحمة الله وبركاته

Que a Paz esteja convosco, a Misericórdia de Allah e Suas Bênçãos

Louvado seja Allah.

Em primeiro lugar:

O Dia dos Namorados é um Festival Romano de ignorância, que continuou a ser comemorado mesmo após os romanos se tornarem cristãos. Este festival tornou-se conectado com o santo conhecido como Valentino, que foi condenado à morte em 14 de Fevereiro 270 CE. Os idólatras ainda celebram este festival, durante o qual a imoralidade e o mal são amplamente praticados.

Em segundo lugar:

Não é permitido a um muçulmano comemorar qualquer um dos festivais dos idólatras, porque os festivais estão no âmbito de questões da Shar'ia (Legislação Islâmica) que devem basear-se em textos autênticos.

Shaykh al-Islam Ibn Taymiyah (que Allah o tenha em Sua misericórdia) disse: Festivais fazem parte da Shari'a (Legislação Islâmica), forma clara e rituais que Allah diz (interpretação do significado):

A cada um de vós temos ditado uma lei e uma norma

[Suratu Al-Maa’idah - A Mesa Servida - 5:48]

Temos prescrito a cada povo ritos a serem observados

[Surtau Al-Hajj - A Peregrinação - 22:67]

- Como a Qiblah (direção para onde o muçulmano se volta em oração), a oração em si e o jejum.

Não há diferença entre a participação do muçulmano no festival (Dia dos Namorados) e sua participação em todos os outros rituais (não islâmicos). Comemorando plenamento esse festival é estar se juntando com a idolatria, e participando de algumas dessas atividades (por exemplo trocar presentes) é estar se juntando com alguns dos ramos da idolatria. Na verdade, os festivais são uma das características mais peculiares que distinguem as diversas religiões e os seus símbolos mais proeminentes, portanto participar dessas festividades é estar se juntando com os símbolos mais característicos e proeminentes da idolatria. Sem dúvida, participando plenamente dessas atividades com isso pode levar o muçulmano a completa idolatria.

Participar dessas festividades parcialmente, no mínimo, é desobediência e pecado. Isto foi indicado pelo Profeta (paz e bênçãos de Allah estejam sobre ele), quando ele disse: "Cada povo tem seu festival e este é o nosso festival." Isso é pior do que juntar-se a eles em usar o zinaar (uma roupa que foi usado apenas por ahl al-dhimmah) e outras características deles, pois essas características são feitas pelo homem e não fazem parte de sua religião, e o propósito por trás disso é simplesmente de distinguir um muçulmano e um kaafir (idólatra). Quanto ao festival e seus rituais, isto faz parte da religião que é amaldiçoada juntamente com seus seguidores, então juntar-se a eles é estar se juntando com algo que é uma causa de incorrer a ira e punição de Allah. Fim de Citação de Iqtida’ al-Siraat al-Mustaqeem (1/207).

Ele também disse (que Allah o tenha em Sua misericórdia): Não é permitido para os muçulmanos a imitá-los (os idólatras) em algo que é exclusivamente uma parte de suas festas, seja comida, roupa, tomar banho, acender fogueiras, abster-se de um hábito regular, fazendo atos de culto ou qualquer outra coisa. Não é permitido dar uma festa ou dar presentes, ou vender qualquer coisa que possa ajudá-los a comemorar essa festividade, ou permitir que as crianças e outros joguem os jogos que fazem parte das festas, ou usar adornos.
Hierarquia do Artigo:
Artigos Variedades Não para o Dia dos Namorados!


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2021. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2021 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo