Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Uma perspectiva filosófica sobre a singularidade do Alcorão - Tema a Deus onde quer que esteja - Deus & os limites da imaginação humana - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 2 de 3) - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 1 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 3 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 3 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 2 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 1 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 2 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 1 de 3) - Muhammad & o último dos monoteístas - Sorriso, raiva e consciência plena no Islã (parte 3 de 3) - A cobiça vos entreterá - Confie em Deus e não desista -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

O politeísmo é uma opressão poderosa (parte 2 de 2)
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos

Descrição: Não há pecado pior que associar parceiros a Deus.  Parte 2: Lista das várias desvantagens do politeísmo.

Por Sheikh Salih al-Zahrani (islamtoday.net)[editado por IslamReligion.com]

 

A opressão que é o politeísmo

Os efeitos negativos do politeísmo no estado mental e emocional de uma pessoa são numerosos.  Alguns deles foram mencionados no livro de Deus.  Mencionaremos brevemente alguns, por meio de exemplos:

1.    Falta de segurança, contentamento e paz interior.

Deus diz, nos transmitindo as palavras que Abraão (que a paz esteja sobre ele) falou a seu povo: "E como hei de temer o que idolatrais, uma vez que vós não temeis atribuir parceiros a Deus, sem que Ele vos tenha concedido autoridade para isso? Qual dos dois partidos é mais digno de confiança? Dizei-o, se o sabeis. Os crentes que não obscurecerem a sua fé com injustiças obterão a segurança e serão iluminados." (Alcorão 6:81-82)

A opressão mencionada nesse versículo se refere ao politeísmo.

2.    Declínio moral e intelectual. Isso deriva de pessoas adorando outras como elas próprias, que não possuem a habilidade de ajudá-las ou prejudicá-las.  Ainda pior, adoram objetos inanimados que não ouvem e nem veem.

Deus diz: "Tomaram por senhores seus rabinos e seus monges em vez de Deus, assim como fizeram com o Messias, filho de Maria, quando não lhes foi ordenado adorar senão a um só Deus. Não há mais divindade além d’Ele! Glorificado seja pelos parceiros que Lhe atribuem!" (Alcorão 9:31)

Deus diz: "Ó meu pai, por que adoras quem não ouve, nem vê, ou que em nada pode valer-te?" (Alcorão 19:42)

Ele diz: "Quando os invocardes, não ouvirão a vossa súplica e, mesmo se a ouvirem, não vos atenderão. E no Dia da Ressurreição renegarão a vossa idolatria; e ninguém te informará (ó humano) como o Onisciente." (Alcorão 35:14)

Ele diz: "Rogai, pois, embora o rogo dos incrédulos seja improfícuo!" (Alcorão 40:50)

3.    A busca por incertezas e mentiras.

Deus diz: "Não é certo que é de Deus aquilo que está nos céus e na terra? Que pretendem, pois, aqueles que adoram os ídolos em vez de Deus .? Não seguem mais do que a dúvida e não fazem mais do que inventar mentiras!" (Alcorão 10:66)

4.    Inconsistência no comportamento, pensamento e adoração.

Deus diz: "E sua maioria não crê em Deus, sem atribuir-Lhe parceiros." (Alcorão 12:106)

5.    Confusão e a incapacidade de distinguir entre o que é benéfico e o que é prejudicial.

Deus diz: "Dize: "Ou tomais, além Dele, protetores que não trazem, para si mesmos, benefício nem prejuízo?" Dize: "Poderão equiparar-se as trevas e a luz? Atribuem, acaso, a Deus parceiros, que criaram algo como a Sua criação, de tal modo que a criação lhes pareça similar? Dize: Deus é o Criador de todas as coisas, porque Ele é o Único, o Irresistibilíssimo." (Alcorão 13:16)

6.    Oportunismo desmedido e uma tendência a tirar vantagem dos outros. Essa é a atitude que pessoas que adoram divindades além de Deus exibem em sua relação com Deus.

Deus diz: "Logo, quando Ele vos livra da adversidade, eis que alguns de vós atribuem parceiros ao seu Senhor." (Alcorão 16:54)

Ele diz: "Quando embarcam nos navios, invocam Deus sinceramente; porém, quando, a salvo, chegam à terra, eis que (Lhe) atribuem parceiros." (Alcorão 29:65)

Ele também diz: "Quando a adversidade açoita os humanos, suplicam contritos ao seu Senhor; mas, quando os agracia com a Sua misericórdia, eis que alguns deles atribuem parceiros ao seu Senhor." (Alcorão 30:33)

Adoram a Deus sinceramente quando enfrentam dificuldades e depois que Deus lhes dá alívio, voltam a adorar outras divindades além de Deus.

7.    Idolatria e outras formas de politeísmo dão a Satanás um meio de ter poder sobre o politeísta. Consequentemente, muitos dos comportamentos e atitudes do politeísta são derivados de sussurros e sugestões de Satanás.

Deus diz: "Quando leres o Alcorão, ampara-te em Deus contra Satanás, o maldito.  Porque ele não tem nenhuma autoridade sobre os crentes, que confiam em seu Senhor.  Sua autoridade só alcança aqueles que a ele se submetem e aqueles que, por ele, são idólatras." (Alcorão 16:98-100)

Deus diz: "Pela mesma razão, temos apontado a cada profeta adversários sedutores, tanto entre os humanos como entre os gênios, que influenciam uns aos outros com a eloquência de suas palavras." (Alcorão 6:112)

8.    Visão de mundo estreita e materialista. Quanto mais bênçãos o politeísta experimenta, mais imprudente e arrogante se torna, e mais negligente de seu Senhor.  Cada vez mais se aprofunda na adoração de suas outras divindades.

Deus descreve esse tipo de pessoa no Alcorão dizendo: "E abundante era a sua produção. Ele disse ao seu vizinho: Sou mais rico do que tu e tenho mais poderio. Entrou em seu parreiral num estado (mental) injusto para com a sua alma. Disse: Não creio que (este parreiral) jamais pereça, Como tampouco creio que a Hora chegue! Porém, se retornar ao meu Senhor, serei recompensado com outra dádiva melhor do que esta." (Alcorão 18:34-36)

Essas pessoas são gananciosas pela vida terrena.  Deus diz: "Tu os acharás mais ávidos de viver do que ninguém, muito mais do que os idólatras, pois cada um deles desejaria viver mil anos; porém, ainda que vivessem tanto, isso não os livraria do castigo, porque Deus bem vê tudo quanto fazem." (Alcorão 2:96)

9.    Indecisão, perplexidade e incoerência de pensamento. Um politeísta constata que sua vida está sempre acometida de incertezas, por conta dos números focos de adoração que tem.

Deus diz: "Deus propõe um exemplo: um servo que pertence a muitos sócios, disputando entre si, e um homem que pertence a um só homem. Poderão ser equiparados? Louvado seja Deus! Porém, a maioria dos homens ignora." (Alcorão 39:29)

10.  Depressão, frustração e desespero da misericórdia de Deus. Muitos idólatras cometem suicídio.

Deus diz: "A quem Deus quer iluminar, dilata-lhe o peito para o Islam; a quem quer desviar (por tal merecer), oprime-lhe o peito, como aquele que se eleva na atmosfera. Assim, Deus cobre de abominação aqueles que se negam a crer." (Alcorão 6:125)

Deus diz:  "E quem desespera a misericórdia do seu Senhor, senão os desviados?" (Alcorão 15:56)

Esses são apenas alguns dos efeitos perniciosos do politeísmo sobre as pessoas que se engajam nele.  Existem muitos mais.  Piores que tudo isso, entretanto, são as consequências que a idolatria tem sobre a pessoa na Outra Vida.  Uma pessoa que morre no politeísmo jamais será perdoada.  Será consignada ao Inferno eternamente.

Todo benefício e vantagem que uma pessoa constata ao adorar somente Deus é equiparado com uma porção igual de dano e sofrimento para o politeísta.

 

http://www.islamreligion.com/pt/articles/10965/o-politeismo-e-uma-opressao-poderosa-parte-2-de-2/

Hierarquia do Artigo:
Artigos O Alcorão Sagrado O politeísmo é uma opressão poderosa (parte 2 de 2)


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2017. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo