Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Uma perspectiva filosófica sobre a singularidade do Alcorão - Tema a Deus onde quer que esteja - Deus & os limites da imaginação humana - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 2 de 3) - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 1 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 3 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 3 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 2 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 1 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 2 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 1 de 3) - Muhammad & o último dos monoteístas - Sorriso, raiva e consciência plena no Islã (parte 3 de 3) - A cobiça vos entreterá - Confie em Deus e não desista -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

Posturas da oração islâmica encontradas na Bíblia
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos

Muslim Prayer Postures.jpgA oração tem um lugar muito importante na religião do Islã.  É o segundo pilar da fé e o ato de oração ritual é realizado cinco vezes todos os dias.  Existe um grande poder inserido nas posturas da oração e um dos mais importantes é que estabelece e reforça nossa conexão com Deus.  Essa é uma conexão que o próprio Deus estabeleceu quando criou os seres humanos.  Nosso ancestral Adão era responsável por ensinar sua família a adorar Deus da maneira correta, o que incluía orar.

Todos os profetas e mensageiros de Deus enviados para as nações da terra espalharam a mesma mensagem: "Ó humanos, adorai a Deus. Não tendes outro deus, exceto Ele."  (Alcorão 11:50) Todos falaram palavras de sabedoria, orientando as pessoas e lembrando-as de que Deus é Único, sem parceiros, filhos ou filhas.  A maioria dos profetas mencionados no Alcorão são reconhecidos pelas pessoas das fés cristã e judaica e todos oraram de maneira muito semelhante ao que os muçulmanos oram hoje.

Os muçulmanos acreditam que o profeta Muhammad, que a misericórdia e bênçãos de Deus estejam sobre ele, é o profeta final e que sua missão e mensagem foram ligeiramente diferentes das mensagens de todos os profetas antes dele.  Enquanto cada profeta foi enviado especificamente para guiar sua própria nação, o profeta Muhammad foi enviado para guiar toda a humanidade.   Ele disse: "Todos os outros profetas foram enviados exclusivamente para suas nações, enquanto que eu fui enviado para toda a humanidade."[1] Quando entendemos a conexão entre todos os profetas de Deus não surpreende aprender que todos oraram basicamente da mesma forma.  O que surpreende, entretanto, é que apesar de existirem descrições da oração na Bíblia, cristãos e judeus não orem mais da forma como seus próprios profetas oravam.

O restante deste artigo examinará passagens de vários livros da Bíblia e os comparará com a forma como os muçulmanos oram.

A postura mais reconhecível na oração islâmica é tocar a testa no chão.  É o ápice da oração de uma pessoa e é mencionada nas tradições autênticas do profeta Muhammad como a posição na qual um crente está o mais próximo possível de Deus.   "O mais próximo que se pode chegar de seu Senhor e quando se está em prostração."[2] Considere os seguintes versículos da Bíblia.[3]

"E (Jesus), indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando..." (Mateus 26:39)

"Então Josué se prostrou com o seu rosto em terra e o adorou..." (Josué 5:14)

"Então Moisés e Arão se foram de diante do povo à porta da tenda da congregação, e se lançaram sobre os seus rostos..." (Números 20:6)

"Então caiu Abrão sobre o seu rosto..." (Gênesis 17:3)

"...e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus..." (Apocalipse 7:11)

"...e inclinaram suas cabeças, e adoraram ao Senhor, com os rostos em terra." (Neemias 8:6)

"...então Davi e os anciãos, cobertos de sacos, se prostraram sobre os seus rostos." (1 Crônicas 21:16)

Em muitos outros lugares na Bíblia nos quais encontramos o método de oração mencionado, vem à mente a forma como os muçulmanos oram.  No livro da Bíblia intitulado Daniel, somos capazes de ler uma descrição de Daniel orando a Deus em um tempo de grande crise.

"Daniel, pois, quando soube que o edito estava assinado, entrou em sua casa (ora havia no seu quarto janelas abertas do lado de Jerusalém), e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer." (Daniel 6:10)

É interessante notar que o profeta Daniel orava voltado para Jerusalém.  No início da missão do profeta Muhammad, os crentes também oravam voltados para Jerusalém.   Entretanto, a direção da oração islâmica mudou.  Aproximadamente dezesseis meses depois do profeta Muhammad e seus seguidores migrarem de Meca para a cidade de Medina, a qibla foi mudada para a Casa sagrada de Deus em Meca.

Descrições das posições que os muçulmanos adotam nas cinco orações rituais por dia podem ser encontradas em toda a Bíblia.   Muitas são mencionadas no livro dos Salmos:

"Oh, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor, que nos criou." (Salmos 95: 6)

"...e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele..." (Salmos 22:29)

E no livro de Reis encontramos o profeta Elias se jogando na terra de joelhos antes de tocar a testa no chão.

"...e se inclinou por terra, e pôs o seu rosto entre os seus joelhos." (1 Reis 18:42)

Essa é uma posição muito familiar para os muçulmanos.  O mesmo acontece em relação à posição que Jesus adota durante a oração em um momento de temor e incerteza.

"E (Jesus) apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava." (Lucas 22:41)

Embora os judeus e cristãos hoje não orem como lemos na Bíblia, os muçulmanos continuam a orar de maneira semelhante aos profetas, como pretendido pelo Criador dos céus e da terra.



Notas de rodapé:

[1] Saheeh Al-Bukhari

[2]Ibid

[3] Todos os versículos do artigo vêm da Almeida Corrigida e Revisada Fiel, disponível online em https://www.bibliaonline.com.br/

 

http://www.islamreligion.com/pt/articles/10677/posturas-da-oracao-islamica-encontradas-na-biblia/

Hierarquia do Artigo:
Artigos Religião Comparada Posturas da oração islâmica encontradas na Bíblia


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2017. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo