Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Uma perspectiva filosófica sobre a singularidade do Alcorão - Tema a Deus onde quer que esteja - Deus & os limites da imaginação humana - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 2 de 3) - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 1 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 3 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 3 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 2 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 1 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 2 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 1 de 3) - Muhammad & o último dos monoteístas - Sorriso, raiva e consciência plena no Islã (parte 3 de 3) - A cobiça vos entreterá - Confie em Deus e não desista -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

Uma Descrição do Inferno (parte 4 de 5)
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos
Descrição: A primeira parte da descrição do sofrimento, horror e punições do Inferno como detalhado nas fontes religiosas islâmicas.
Por IslamReligion.com
Publicado em 04 Jan 2009 - Última modificação em 07 Jan 2009

Visualizado: 2899 (média diária: 5) - Classificação: 2 de 5 - Classificado por: 2
Impresso: 210 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > A Outra Vida > Inferno

A intensidade do fogo do Inferno será tal que as pessoas estarão dispostas a abrir mão de suas posses mais amadas para escapar dele:

“Aqueles que descrêem e morrem em descrença – de nenhum deles se aceitará o conteúdo da terra em ouro, ainda que queira com isso resgatar-se.  Esses terão um doloroso castigo e não terão socorredores.” (Alcorão 3:91)

O Profeta do Islã disse:

“Uma das pessoas do Inferno que teve os maiores prazeres na vida desse mundo será trazida no Dia do Juízo e será mergulhada no Fogo do Inferno.   Então lhe será perguntado, ‘Ó filho de Adão, já desfrutou de qualquer coisa boa?'  Já desfrutou de qualquer prazer?’  Ela dirá, ‘Não, por Deus, Ó Senhor.’”[1]

Poucos momentos no Inferno e a pessoa se esquecerá de todos os bons momentos que teve.  O Profeta do Islã nos informa:

“No Dia da Ressurreição, Deus perguntará àquele cujo castigo no Inferno é mais leve, ‘Se você tivesse o que quisesse na terra, entregaria para se salvar?’  Ele dirá, ‘Sim.’  Deus dirá, ‘Eu queria menos que isso de você quando você ainda estava nos lombos de Adão, eu pedi que você não associasse nada em adoração a Mim, mas você insistiu em associar outros na adoração a Mim.’”[2]

O horror e intensidade do Fogo farão um homem enlouquecer.  Ele estaria disposto a abrir mão de tudo que lhe fosse mais caro para ser salvo, mas ele nunca será.  Deus diz:

“O criminoso almejará resgatar-se do castigo desse dia, com o sacrifício de seus filhos, de sua companheira e de seu irmão, e de seu clã, que o abrigava, e de todos que estão nessa terra, para com isso se salvar.  Não!  Por certo, o Inferno é uma labareda, que remove (seu ser) pelo crânio.” (Alcorão 70:11-16)

Os castigos do Inferno variarão em nível.  O tormento de alguns níveis do Inferno serão maiores do que outros.  As pessoas serão colocadas em um nível de acordo com seus atos.  O Profeta do Islã disse:

“Existem alguns que o Fogo os pegará pelos tornozelos, outros por seus joelhos, e outros por suas cinturas e ainda outros por seus pescoços.”[3]

Ele falou do castigo mais leve no Inferno:

“A pessoa que terá o menor castigo entre as pessoas do Inferno no Dia da Ressurreição será um homem, um carvão em brasa será colocado sob o seu pé.  Seu cérebro ferverá por causa disso.”[4]

Essa pessoa pensará que ninguém mais está sendo punido mais severamente do que ele, mesmo que ele seja o que está recebendo o castigo mais leve.[5]

Muitos versículos do Alcorão falam dos vários níveis de castigo para as pessoas do Inferno:

“Por certo, os hipócritas estarão nas camadas mais profundas do Fogo.” (Alcorão 4:145)

“e no Dia do Juízo será estabelecido (será dito aos anjos): Lance o povo do Faraó no castigo mais severo!” (Alcorão 40:46)

O Fogo aceso por Deus queimará a pele das pessoas do Inferno.  A pele é o maior órgão do corpo e o local onde a dor da queimação é sentida.  Deus substituirá a pele queimada por uma nova para ser queimada novamente, e isso será repetido indefinidamente:

“Por certo, aos que renegam Nossos sinais, fá-los-emos entrar no Fogo.   Cada vez que suas peles se consumirem, as trocaremos por outras peles, para que experimentem o castigo.  Por certo, Deus é Todo-Poderoso, Sábio.” (Alcorão 4:56)

Um outro castigo do Inferno é derreter.  Quando água superaquecida for colocada sobre suas cabeças, ela derreterá as entranhas:

“...Sobre suas cabeças se entornará água fervente e com ela se derreterá seus ventres e também as peles.” (Alcorão 22:19-20)

O Profeta Muhammad disse:

“Água superaquecida será colocada sobre suas cabeças e através dela se dissolverá suas entranhas, expelindo-as; até que saiam por seus pés, e tudo está derretido.  Então eles serão restaurados ao que eram.”[6]

Uma das formas com a qual Deus humilhará os pecadores no Inferno será reunindo-os no Dia do Juízo e arrastando-os sobre suas faces, cegos, surdos e mudos.

“E os reuniremos no Dia da Ressurreição arrastados sobre suas faces – cegos, mudos e surdos.  Sua morada será o Inferno; cada vez que ele diminuir Nós aumentaremos o fogo ardente.”  (Alcorão 17:97)

“E quem chega com a má ação, suas faces serão empurradas para o Fogo e lhes será dito, ‘Não sois recompensados senão pelo que fazíeis?’” (Alcorão 27:90)

“O Fogo queimará suas faces e ficarão tenebrosos.” (Alcorão 23:104)

“O Dia quando suas faces forem reviradas no Fogo, dirão, ‘Quem dera tivéssemos obedecido a Deus e ao Mensageiro.’” (Alcorão 33:66)

Um outro castigo doloroso dos descrentes será ser arrastados sobre suas faces no Inferno.   Deus diz:

“Por certo, os criminosos em erro e loucura.  No Dia quando forem arrastados sobre suas faces, lhes será dito, ‘Experimentai o toque do Inferno.’” (Alcorão 54:47-48)

Eles serão arrastados sobre suas faces enquanto estão presos com grilhões:

“Os que desmentem o Livro (o Alcorão) e o que enviamos com Nossos Mensageiros logo saberão, quando as correntes e os grilhões estiverem em seus pescoços; eles serão arrastados na água fervente e em seguida serão envoltos pelas chamas.”  (Alcorão 40:70-72)



Footnotes:

[1] Saheeh Muslim

[2] Saheeh Al-Bukhari

[3] Saheeh Muslim

[4] Saheeh Al-Bukhari

[5] Saheeh Muslim

[6] Tirmidhi

veja a matéria original em: http://www.islamreligion.com/pt/articles/382/

Hierarquia do Artigo:
Artigos A Outra Vida Uma Descrição do Inferno (parte 4 de 5)


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2017. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo